terça-feira, 19 de agosto de 2014

Você conhece os “aquisitores”?! Sabe o que eles são?! Fato ou farsa?!

Hoje vamos falar um pouco sobre uma parte obscura da história do nosso país. Desde golpes políticos até supostos atentados, os aquisitores são apontados como suposto braço brasileiro da organização conhecida mundialmente como Illuminati. Desde o Golpe Militar de 1964, este tem sido o debate fervoroso entre alguns teóricos da conspiração.


Teóricos conspiracionistas afirmam que o grupo conhecido como “aquisitores” pretende, através de métodos diversos, infiltrando-se em instituições tradicionais, como estabelecimentos de ensino, grupos religiosos variados, partidos políticos de direita e associações de classe, consolidar o poder político e econômico no Brasil fundamentando-se em valores tidos como tradicionais: família, religião e tradição social.

Através de suas táticas eficientes, silenciam qualquer oposição, mesmo porque a ciência, por parte da população, da existência de tal grupo é quase nenhuma, se resumindo a pessoas que, por interesse ou curiosidade, pesquisam sobre conspirações e técnicas de dominação de massa. Estão diretamente vinculados aos Illuminati, à maçonaria e o Alto Clero da Igreja Católica, bem como a igrejas de diversas nuances do Protestantismo.


Segundo as teorias de conspiração, sua origem está quase sempre relacionada à renuncia de Jânio Quadros, o presidente que renunciou por não aguentar o peso das “forças terríveis” (“forças ocultas”) e a instauração do Regime Militar em 1964.

Durante a Ditadura Militar brasileira, até pouco depois de 1985, os membros brasileiros dos Illuminati se organizaram em dois grupos que, supostamente, seriam inimigos. De acordo com os historiadores que creem nessa teoria, essas pessoas conseguiram importante influência política e prosperidade financeira, e se estruturavam principalmente no estado de São Paulo.

Segundo os teóricos conspiracionistas, os aquisitores teriam sido responsáveis por muitos atos cruéis contra opositores durante a Ditadura, principalmente estudantes, jornalistas, historiadores, sociólogos, comunistas etc. Para causar impacto nos brasileiros de modo positivo, os aquisitores teriam investido pesado em infraestrutura, gerando o que hoje conhecemos como “Milagre econômico brasileiro”, mas tudo isso aos custos de muitas vidas de pessoas desaparecidas por serem opositoras a esse sistema burocrático.


Ainda segundo os conspiracionistas que estudam os aquisitores, alega-se que estes foram culpados por uma série de mortes consideradas misteriosas no Brasil, como dos ex-presidentes João Goulart, Juscelino Kubitschek, do jornalista Vladimir Herzog e até mesmo da encomenda do assassinato do ambientalista Chico Mendes.


Não podemos afirmar se essas histórias são verdadeiras ou não. As teorias conspiratórias têm muita força, e muitas são baseadas em fundamentos obscuros. É importante ressaltar que os aquisitores até podem existir, e se forem como os Illuminati que agem nos Estados Unidos, com certeza, realmente, têm total controle na política e na economia do Brasil.