sábado, 22 de dezembro de 2012

Sobre os ET’s: um pouco sobre os “nossos amigos” extraterrestres...

Talvez uma das maiores perguntas que o ser humano tem feito desde a sua existência como ser racional e organizado socialmente tenha sido: estamos sozinhos? E ainda: será que este vasto universo, repleto de galáxias é mesmo inabitado com seres de inteligência como nós? A questão pode ser jamais respondida, mas fica ainda mais intrigante quando pensamos o seguinte: se na nossa galáxia, a Via Láctea, há pelo menos um planeta com vida inteligente (o nosso, a Terra), podemos imaginar que nas outras milhares de galáxias conhecidas poderiam haver outros tantos planetas como o nosso.


O assunto extraterrestre é bastante controverso e, dependendo da área do especialista, pode variar de um simples micróbio a seres cinzentos com inteligência e tecnologia superior a nossa. Esse fato tem encantado – e assustado – o ser humano principalmente a partir do século 18, principalmente 19, quando as tecnologias relacionadas à astronomia tornaram-se mais bem apuradas. Um ótimo exemplo é “Guerra dos mundos”, livro escrito por H. G. Wells em 1898, que virou filme em duas versões: em 1953 e em 2005. No enredo, marcianos invadem a Terra e espalham o terror!



Na cultura geral, extraterrestre (comumente conhecido como ET) refere-se a um ser vivo inteligente com formação humanoide e que viaja pelo cosmo fazendo reconhecimento de território – como os casos de avistamentos e abduções que temos notícias. O estudo do fenômeno extraterrestre evoluiu muito nas últimas décadas com o crescimento do interesse da população pela vida fora do planeta Terra. A ufologia é o nome dado ao estudo dos avistamentos de Ovnis e a exobiologia é o estudo academicamente aceito para a verificação de variadas formas de vida – microscópicas ou não.


A literatura, o cinema e a televisão já exploraram muito todas as possibilidades relacionadas ao assunto e muitas pessoas fizeram dinheiro falando sobre contatos com seres inteligentes de outros planetas, o que conhecemos popularmente como ET’s. O que mais fez fortuna com esse assunto foi Erich Von Däniken, criador da teoria dos deuses astronautas (ou extraterrestres).

O cinema e a mídia têm estimulado a ideia de um contato hostil entre terráqueos e aliens, o que faz com que a população tenha medo desta possível aproximação. Em 2005, o Instituto Gallup fez uma pesquisa em quinze países: 70% dos entrevistados acreditam que haja vida lá fora e somente 36% deles creem que os extraterrestres tenham nos visitado em algum momento.


A questão dos extraterrestres como forma de vida inteligente ganhou força com a fundação da ufologia a partir de dois episódios importantes: a chamada batalha de Los Angeles e o caso Roswell. Com as tecnologias mais atuais com câmeras digitais portáteis e acopladas a celulares, filmar supostos Ovnis fez aumentar a crença nesses seres inteligentes que vêm de trilhões de quilômetros fazer visitas à Terra.

Há muitos relatos mundo a fora de possíveis contatos com seres de outros planetas. Alguns acabam por coincidirem, propositalmente ou não (relatos mais antigos podem gerar embasamento para possíveis relatos mais novos), tratando como são, como agem e alguns aspectos físicos. Veridicamente ou não, tais relatos sempre afirmam o seu poder intelectual admirável, ferramentas e equipamentos avançados em questão de tecnologia, e quase sempre apresentam as mesmas características físicas: estatura inferior a 1m50, membros e cabeça desproporcionais ao corpo, narinas mínimas, cor de pele com tonalidade marcante, olhos extremamente grandes e linguagens incompreensíveis.

Apesar dos muitos relatos de contatos humanos com supostos extraterrestres, muitos estudiosos ainda questionam sobre sua veracidade. Entre as justificativas mais plausíveis, seria no que se diz respeito às dimensões do universo e a capacidade de seres inteligentes se locomoverem em viagens intergalácticas incomensuráveis. Seriam necessários veículos que viajassem em velocidade próxima a da luz (300 mil quilômetros por segundo), numa espaçonave onde seus tripulantes deveriam procriar centenas de vezes até chegar ao seu destino; tudo isso, sob a parametrização de que todo espaço percorrido só teria relevância na escala de centenas de anos luz.

No Brasil, o caso de Varginha, em 1996, é considerado por muitos ufólogos o mais importante de todos. Em torno de três seres supostamente foram capturados na cidade mineira que batiza o suposto fato e levados para a Universidade de Campinas. O fato é intrigante, visto que as testemunhas ao longo dos dias foram numerosas.


Recentemente, falamos sobre a invasão alienígena, um assunto que o ser humano adora. Leia aqui!

Recentemente, publicamos um post sobre o Programa Voyager, que transpassou as fronteiras do nosso Sistema Solar. Leia aqui!

Recentemente, escrevemos um texto debatendo a famosa abdução alienígena: fato ou farsa? Leia aqui!

Recentemente, falamos sobre o clássico caso ufológico de Roswell. Leia aqui!

Recentemente, publicamos um texto sobre o controverso livro "Eram os deuses astronautas". Leia aqui!

Recentemente, escrevemos um post esclarecendo sobre o que é e o que estuda a ufologia. Leia aqui!

Recentemente, falamos sobre a famosa e misteriosa Área 51. Leia aqui!

Recentemente, publicamos um texto fazendo considerações importantes sobre a MUFON. Leia aqui!

Recentemente, escrevemos sobre a constituição humanoide dos extraterrestres. Leia aqui!

Recentemente, falamos sobre o suposto ET que teria aparecido em uma reportagem de TV na Argentina. Leia aqui!

Recentemente, publicamos sobre a Operação Prato, um caso controverso do exército no Brasil. Leia aqui!

Recentemente, escrevemos um post esclarecendo dúvidas sobre como se tornar um ufólogo. Leia aqui!

Recentemente, falamos sobre a controversa negação dos marcianos. Leia aqui!

Recentemente, publicamos um texto falando sobre a "verdadeira" batalha de Los Angeles, em 1942. Leia aqui!

Recentemente, escrevemos um post esclarecendo sobre a história que envolve os supostos canais marcianos. Leia aqui!

Recentemente, falamos sobre a exobiologia. Leia aqui!

Recentemente, escrevemos sobre o que são os contatos imediatos. Leia aqui!



Ainda há pouco consenso entre físicos e astrônomos com os ufólogos sobre a questão dos extraterrestres de vida inteligente e formação humanoide, bem como as viagens entre as galáxias. Para os astrobiólogos, as chances de encontrarmos vida fora da Terra são mínimas, e vida inteligente menores ainda. Entretanto, seguem as esperanças de respondermos um dia uma das perguntas mais intrigantes da nossa existência: estaremos sozinhos nesse universo infinito?