quarta-feira, 9 de maio de 2012

A arte africana da adivinhação: fatos sobre o jogo de búzios...

O jogo de búzios é uma das artes de adivinhação do folclore africano. É bem popular não somente no Brasil, mas em lugares onde houve uma tradição escravocrata: sul dos Estados Unidos, ilhas do Caribe etc. Cada lugar tem o seu método de jogo, o que mostra que não existe um método comum aos profissionais. O mais comum consiste no arremesso de um conjunto de 16 búzios sobre uma mesa previamente preparada, e na análise da configuração que os búzios adotam ao cair sobre ela.


Os búzios nada mais são do que conchas de praia de vários tamanhos, sendo usados como objetos de adorno nas religiões de origem africana. Os búzios servem para enfeitar roupas e colares, ou como método de adivinhação; têm uma abertura natural e uma parte ovalada. A maioria dos adornos e jogos de búzios é feita com as conchinhas cortadas, onde são tiradas as partes ovaladas dos mesmos.

Não se sabe como ou quando surgiu esse método de adivinhação, uma vez que é muito antigo. Tudo o que se sabe é que essas conchas eram usadas como moeda em algumas aldeias africanas. Misteriosamente, em algumas ilhas da Turquia há um jogo de adivinhação parecido, também usando búzios do mar.


O grande problema relacionado a esse método de adivinhação refere-se às mulheres que o praticam. É que na cultura africana ioruba, somente aos homens eram revelados os poderes espirituais de comunicação com os orixás. Portanto, originalmente, as mulheres não podiam praticar essas cerimônias, enquanto que no continente americano são muito mais comuns.